Av. Brás de Pina, 2780 A Vista Alegre - RJ
21 3351-4416 / 3459-5783 / 2481-1636 homeopatia@solardaservas.com.br
19 anos levando saúde até você!

Novo teste é capaz de detectar Alzheimer em estágio inicial, demonstra estudo

Cientistas desenvolvem teste escrito de 15 minutos e que pode ser feito em larga escala

Toda doença fica mais difícil de ser tratada quando é diagnosticada tardiamente: de males físicos como o câncer até problemas cognitivos como a doença de Alzheimer.

Porém, os problemas cognitivos nem sempre são fáceis de serem mensurados, principalmente nos primeiros estágios da doença.

Pensando nisso, pesquisadores do Ohio State University Wexner Medical Center, nos Estados Unidos, desenvolveram um teste simples que pode detectar esse tipo de problema precocemente.

Um estudo sobre o teste foi publicado no dia 13 de janeiro no Journal of Neuropsychiatry and Clinical Neurosciences.

A técnica consiste é um teste de caneta e papel que leva 15 minutos para ser aplicado. Para testar a eficácia do exame, os pesquisadores o realizaram em 45 comunidades, totalizando 1047 indivíduos com mais de 50 anos testados. 28% dessas pessoas foram diagnosticadas com algum déficit cognitivo.

O teste é um questionário que avalia cinco quesitos:

  •  Orientação – tanto do uso da fala quanto a noção de datas
  • Linguagem – pensando tanto na fluência verbal quanto associação de figuras e palavras
  •  Raciocínio – levando em conta tanto ideias abstratas quanto cálculos
  •  Noção de espaço – com construção em 3D
  •  Execução e habilidades de memória – com teste de resolução de problemas

No total os testados podem chegar a até 22 pontos. A maior vantagem da técnica é que ela não demora e pode inclusive pode inclusive ser realizado pelo próprio paciente até mesmo em casa.

Só é preciso a avaliação do resultado feita por um profissional, o que permite a aplicação em larga escala.

Diferencie Alzheimer do envelhecimento

Os sintomas do Alzheimer, muitas vezes vão além do simples esquecimento do dia a dia.

Portadores da doença têm dificuldade para se comunicar, aprender e raciocinar. Essas mudanças impactam o trabalho e atividades sociais e familiares.

Como a doença é difícil de diagnosticar, é fundamental que pessoas com mais de 60 anos procurem um médico para entender melhor os sintomas.

A Alzheimer Association, nos Estados Unidos, desenvolveu um teste para ajudar a diferenciar sinais normais da idade com o mal de Alzheimer.
Confira os sintomas:

Perda de memória

Esquecer informações aprendidas recentemente é um dos primeiros sintomas da doença. Não se assuste: confundir nomes e compromissos ocasionalmente é normal.

O que é preciso prestar atenção, na verdade, é se a pessoa esquece coisas com mais frequência e fica incapaz de relembrar o assunto posteriormente.
Dificuldade para realizar atividades rotineiras

Portadores de Alzheimer têm dificuldade para planejar e completar tarefas do dia a dia, como preparar uma refeição, fazer uma ligação ou jogar um jogo. Já esquecer ocasionalmente o que você ia dizer ou o que você ia fazer é normal.

Esquecimentos

Pacientes com Alzheimer podem se esquecer de onde estão e de como chegaram até determinado local.
Além disso, perder-se na própria vizinhança ou esquecer o caminho de casa são comuns lapsos comuns entre os portadores da doença.

Poder de julgamento e raciocínio abaixo do normal

Vestir-se de forma inapropriada, com várias camadas de roupa em dias quentes ou pouca vestimenta em dias frios pode ser um sinal de que o cérebro não vai bem.
Pacientes de Alzheimer mostram pouca capacidade de julgamento, como doar alta soma de dinheiro sem motivo específico.

Problemas com pensamento abstrato

Dificuldade acima do comum para realizar raciocínios mentais, como esquecer para que servem os números ou como devem ser usados, é outro sinal da doença. Já achar difícil decifrar ou desenvolver uma fórmula matemática é normal.
Errar o lugar as coisas

Pessoas com Alzheimer podem errar o lugar de coisas usuais. Por exemplo: colocar o ferro de passar no freezer é um sintoma comum da doença.

Entretanto, é normal colocar as chaves do carro ou carteira em lugar estranho de vez em quando.

Mudanças de humor e comportamento

Rápida alternância de humor e comportamento também é um sinal da doença. Pacientes mudam de humor muito rápido e sem motivos aparentes. Eles podem ir de um estado calmo ao depressivo e raivoso em pouco tempo.

A personalidade de pessoas com Alzheimer pode mudar drasticamente. Elas se tornar confusas, desconfiadas, medrosas ou dependentes de um membro da família.
Entretanto, com o passar dos anos, é normal alguma mudança na personalidade. Fique atento se a transformação for mais severa que o usual.

Perda de iniciativa nas atividades
As pessoas com Alzheimer tornam-se muito passivas. Ficam, por exemplo, horas em frente à TV, dormem mais do que o normal e, normalmente, não têm disposição para realizar tarefas usuais.
Problemas com a linguagem
Esquecer palavras simples, substituir palavras comuns e usuais, dificultar a forma de falar ou escrever pode ser um sinal da doença.
Por exemplo: um portador do problema não consegue encontrar a escova de dente e, ao invés de perguntar “onde está minha escova de dente?”, perguntaria “onde está o objeto de limpar a boca?”.

Fonte: Minha Vida

Nenhum comentário.

Deixe um comentário